Entendendo o que é Investimento-Anjo

by

O assunto do post de hoje é sobre investimento anjo. Mas antes de entendermos o que significa esse conceito, vamos entender antes o que é um investidor e o que é anjo.

Investidor é uma pessoa (física ou jurídica) que usa seu dinheiro para algum negócio esperando obter maiores lucros (fonte: www.discoverynaescola.com). Você deve estar se perguntando: “Legal, investidor eu já sabia, mas por que o termo anjo?”. O termo “Anjo” vem de anjo da guarda mesmo, que é realmente aquele seu guardião, porém ele não interfere no seu livre arbítrio, que é onde está sua vontade de querer que ele ajude e ampare você.

Juntando os dois conceitos, temos que o investidor anjo é aquele investidor que não é exclusivamente financeiro e que fornece apenas o capital necessário para o negócio, mas por apoiar o empreendedor, por meio de seus conhecimentos, experiência e rede de relacionamentos, já que normalmente é um ex-empresário/empreendedor ou executivo de sucesso e que hoje busca investir parte de seus recursos no sucesso de outros empreendimentos, e tem, portanto, total capacidade em orientar novos empreendedores.

Segundo o site Anjos do Brasil (http://www.anjosdobrasil.net), o investimento-anjo acontece em negócios em estágio inicial ou de crescimento, e que sejam inovadores, escaláveis, tenham mercado amplo, cujo empreendedor é um cara engajado e que possui necessidade de aporte intelectual além do dinheiro. Cumprindo esses pré-requisitos, é de se esperar que o empreendimento deve ter um alto potencial de retorno, e portanto, atraia pessoas interessadas em investirem para ganharem uma fatia do bolo.

O investimento-anjo em uma empresa é normalmente feito por um grupo de dois a cinco investidores. O objetivo disso é diluir os riscos entre eles, e também para compartilhar a dedicação, sendo que para cada negócio pode-se ter um ou dois investidores-líderes para agilizar o processo.

Atualmente, ainda segundo o site Anjos do Brasil, os setores de interesse para receberem investimentos-anjo são negócios que tenham inovação em segmentos como: bio-tecnologia, educação, energia, entretenimento, internet/web, produtos sustentáveis, saúde e tecnologia/telecomunicações/TI.

Para finalizar, vou só citar alguns exemplos de startups bem sucedidas que receberam investimentos-anjo: Intel, Apple, Google, Facebook, FedEx e no Brasil, a Buscapé e a Bematech. E aí, será que é a sua startup que vai estar nessa próxima lista? Não deixe de participar do Startup Weekend Sorocaba, que lá você vai encontrar diversos anjos da guarda que irão ajudar você construir a sua startup em 54 horas!